8 Passos para elaborar um bom roteiro de viagem!

Eu sei que vocês, assim como eu, amam viajar, por isso neste post vou apresentar 8 passos “simples” para se fazer um bom roteiro. Antes de mais nada este é o primeiro post de uma série. Conforme o conteúdo for sendo elaborado, os link serão disponibilizados abaixo:

1.Informações úteis:

Nesse item é interessante que você procure informações que irão auxilá-lo na viagem, como: logística, horário de ônibus, telefones de emergência, ficar ligado no noticiário sobre a região, qual o tipo de moeda, cima da região etc. Informações que posssam antecipar qualquer tipo de eventualidade não esperada.

2. Documentação:

Se pretende viajar para outro país o primordial é obter informações sobre o visto e como adquiri-lo, alguns países não possuem obrigatoriedade para vistos de Brasileiros, por isso fique atendo aqueles que necessitam e os prazos, muitos deles demoram meses. Em seguida a moeda do país a ser visitado deve ser pesquisada com antecedência e obtida em casas de câmbio conforme destiono e tempo de estadia. Não se esqueça que alguns lugares não aceitam cartão de crédito.

E Falando nisso, antes de viajar se pretende comprar via Cartão de Banco, verifique com seu gerente como se faz a liberação do Cartão para transações internacionais, explique que pretende fazer uma viagem. Mas cuidado as taxas e o cambio podem ser maiores que o esperado. A dica aqui é viajar sempre com algum dinheiro vivo já na moeda do país visitado. 

Outra questão a ser resolvida é a P.I.D. ou a Licença para dirigir no estrangeiro. Caso você pretenda alugar um carro na sua viagem fique esperto, o DETRAN libera a Carta internacional em torno de 5 dias, Não deixe para a última hora.

3. Escolha dos Atrativos:

É primordial que você escolha passeios que contemplem não só os atrativos mais visitados como aqueles que mostrem a cultura e as tradições como um todo. Um exemplo é a gastronomia que embora possa não fazer parte dos atrativos, faz parte da culinária local, onde se pode aprender e saborear os encantos regionais

4. Serviços:

Passagens árereas devem ser compradas com antecedência e antes de embarcar confira seu bilhete eletrônico e veja se não houve mudanças de horário. Para destinos nacionais chegue com folga o recomendável é 2 horas de antecedência, mas para aqueles ousados 1h30 de antecedência deve bastar. Voos internacionais já aconselhável 3 horas de antecedência. e uma dica aqui é fazer o check in antecipadamente, assim não se perderia muito tempo na fila da Cia Aérea .
Escolher o hotel é difícil em se tratando da abundância deles nos aplicativos de reservas, escolha o mais próximo do centro para facilitar a locomoção ou aquele que oferece o serviço de transporte. As vezes o preço não é tudo.

Caso tenha deslocamentos grandes busque transportes via terrestre fluvial ou aéreo contando 30 minutos a mais de chegada e saída, já que imprevistos podem acontecer, esperar é melhor que perder o show/teatro.
Já alguns passeios apresentam restrições para crianças e podem apresentar horários de funcionamento. Verifique também a possibilidade de comprar os bilhetes antecipadamente, para nao correr o risco de estarem esgotados.

5. Logistica:

Como já mencionado realizar os deslocamentos pode não ser fácil, por isso preste a atenção na distância dos atrativos e como você poderá se deslocar. Um outro ponto importante aqui, é o fator de escala/conexão aérea. Muitos voos possuem escalas que não necessitam de saída da aeronave, entretanto para aqueles voos em que a conexão são mais demoradas ou há a necessidade da troca de aeronave, lembre-se de colocar em torno de 2 horas de folga entre a chegada da aeronave e o embarque do próximo voo, muitas vezes você terá que retirar sua mala da esteira e refazer o check in de novo. Cuidado para não perder a conexão.

6. Negociação:
Esse passo é super importante para quem planeja viajar sem o auxílio de uma agencia especializada, a negociação com os fornecedores acaba sendo primordial para se conseguir aquele desconto tão desejado.

Também ressalto neste ponto a atenção para o seu horário de chegada ao destino, pois muitas vezes o check in no hotel começa somente as 14 horas e o check out acaba ás 11 horas, muito cuidado ao fechar com o hotel, não reparar neste detalhe pode levar você a ficar esperando muito tempo com a bagagem na mão. Entretanto muitos hotéis negociam um Early check in e
Late check out, o que significa que você pode entrar mais cedo ou sair mais tarde de acordo com a sua necessidade. Mas pondere, nesses casos podem haver cobrança de taxas, é comum também cobrarem diárias inteiras mesmo ficando 3 horas a mais.

7. Reconfirmação:

Muitas pessoas não reconfirmam os serviços, reservas e traslados, mas isso pode se tornar um pesadelo como um overbooking, quando mais de uma pessoa compra a mesma reserva, se tornando uma dor de cabeça na viagem.

Também pode acontecer do site ou mesmo do anúncio de reservas estar desatualizado tendo feito uma reserva que não foi garantida. Sempre bom ligar e conferir antes de viajar. A dica aqui é fazer isso uns 10 dias antes da viagem para ter tempo de resolver qualquer questão embaraçosa com antecedência.

Image by congerdesign from Pixabay

8. Preparativos:

Não subestime os erros que podem se acometer durante a viagem se antecipe e previna eventuais desconfortos, assim você viaja mais tranquilo e com subsídios de sobra para se divertir.

Mas não se esqueça da bagagem e verifique se uma mala maleável é melhor que a mala de rodinhas, e lembre-se quanto mais bagagem mais serão as taxas cobradas pela Cia aérea. O limite de peso também deve ser respeitado, pois o valor é alto para esse tipo de “infração”.


Bom galera, por hoje é isso, mas continue ligado e teremos mais dicas para você viajar mais tranquilo. =)